PARTE 1 – PSICOEDUCAÇÃO Transtorno de Déficit de Atenção (TDA)


PARTE 1 – PSICOEDUCAÇÃO 

Transtorno de Déficit de Atenção (TDA) 

Prof. Danielle C. Gomes
Psicopedagoga
Educadora

O QUE É ATENÇÃO?
Esforço de focalização do pensamento em um estímulo específico.
Transtorno de ordem neurobiológica e pode ser causada por:
v – fatores genéticos (7 genes estão relacionados aos
sintomas de desatenção e hiperatividade)
v –   fatores ambientais e psicossociais.
ASPECTO CENTRAL DO TDAH :
DISFUNÇÃO
EXECUTIVA (elementos envolvidos na inibição, na memória de trabalho e em
estratégias organizacionais, necessárias para a preparação de uma resposta).
* DSM IV
TDAH –
TIPO DESATENTO
Mais
frequente no sexo feminino, a hiperatividade pode não ocorrer; eleva a taxa de
prejuízo acadêmico.
TDAH –
TIPO IMPULSIVO
Traz
sintomas severos de impulsividade (comportamento de tiques ou TOC), que alteram
e prejudicam a relação social, além da hiperatividade.
TDAH –
TIPO COMBINADO
Traz
sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade em níveis
elevados/significativos.

INFORMAÇÕES RELEVANTES:

– Devem
ser tratados o mais precocemente (enquanto há plasticidade cerebral) para
evitar problemas secundários na vida adulta.
– 2/3 das
crianças com TDAH irão apresentar TDAH na fase adulta e 85% dos adultos com
TDAH apresentarão comorbidade psiquiátrica (Transtornos de conduta, Transtornos
afetivos e Transtornos ansiosos).
– De 60 a
70% das crianças com TDAH apresentam uma comorbidade: (Transtorno de conduta,
Transtorno de Ansiedade, Transtorno bipolar, Transtorno Opositor Desafiante,
Tiques (Tourette), etc.)

(Arquivo de Psicoeducação – Espaço Caminhar – Prof. Danielle C. Gomes)

Devo levar o meu filho para o Reforço Escolar ou para um Acompanhamento Psicopedagógico?

Esta dúvida é constante ao falarmos sobre atendimentos na infância e adolescência.
Falando de Ciência
A Psicopedagogia é o campo do saber que se constrói a partir de dois saberes e práticas: a pedagogia e a psicologia. O campo dessa mediação recebe também influências da psicanálise, da linguística, da semiótica, da neuropsicologia, da psicofisiologia, da filosofia humanista-existencial e da medicina.
Ela nasceu de uma necessidade: contribuir na busca de soluções para a difícil questão do problema de
aprendizagem.
Enquanto prática clínica, tem se transformado em campo de estudos para investigadores interessados no processo de construção do conhecimento e nas dificuldades que se apresentam nessa construção.
Como prática preventiva, busca construir uma relação saudável com o conhecimento, de modo a facilitar a sua
construção. O termo psicopedagogia distingue-se em três conotações: como uma prática, como um campo de investigação do ato de aprender e como umsaber científico.
Quem é o Psicopedagogo?
O Psicopedagogo é um profissional pós graduado em Psicopedagogia. Ele pode ser graduado em diversas áreas, não necessariamente da saúde ou educacionais, mas sua especialização o torna capacitado a trabalhar em consultórios particulares, empresas e escolas.
Dentre as suas atividades estão a Avaliação Psicodiagnóstica, Intervenção Psicopedagógica e Acompanhamento Psicopedagógico.
Ele não é habilitado a aplicar testes Psicológicos, mas possui outros recursos para a avaliação de crianças e adolescentes.
Seu trabalho geralmente é em conjunto com um psicólogo, pois as profissões se completam. Crianças acompanhadas por psicopedagogos e psicólogos estão mais propensos a melhoras no quadro clínico.
Os Psicopedagogos também são habilitados a trabalharem com orientações escolares.
Devo chamar um Psicopedagogo ou um Professor de Reforço?
Professores de Reforço não necessariamente são pós graduados em Psicopedagogia.
O reforço escolar se refere a criação de hábitos escolares para melhor aproveitamento educacional. A criança ou adolescente reforçará conteúdos de sala de aula e fará atividades extras. O reforço escolar está extremamente focado na memorização e treino.
O Acompanhamento Psicopedagógico possibilita que o aluno seja estimulado e que seu desenvolvimento cognitivo seja realizado de acordo com suas competências e habilidades. A criança aprenderá com recursos alternativos, facilitando as novas aquisições.
Quer saber mais sobre Psicopedagogia ou Reforço Escolar? Mande-nos a sua pergunta.
Será um prazer ajudar!